top of page
  • Foto do escritorClarissa Motta

Montevidéu

Fui da Argentina para o Uruguai, pelo catamarã do BuqueBus. Escolhi fazer a mudança de país pelo BuqueBus, em uma experiência 100% fluvial (a travessia leva cerca de 03 horas e o espaço interno é bem bacana). Caso você tenha gostado dessa ideia, acesse o site da empresa e confira mais informações sobre reservas e tarifas.


Ao chegar em Montevidéu, fui para o hotel Palladium Business de táxi, passando por todas as ramblas da cidade, já que fiquei hospedada em um bairro mais afastado do centro. Separei o restinho do dia para passear pelos bairros Pocitos e Buceo. Aproveitei para conhecer o Montevideo Shopping e resolvi comer no La Negra Tomazza para provar a fainã e a pizza quadrada deles.


No segundo dia fui conhecer ao Estabelecimento Juanico Família Deicas, uma vinícola bem familiar e com ótima recepção. Para fazer o passeio, reservei pelo hotel um remise (carro com motorista). A visita guiada é um passeio imperdível e MUITO interessante. Ela tem uma duração aproximada de 01:30h e faz um giro pela propriedade, com explicações bem detalhadas sobre o cultivo das uvas (são 30 tipos de uvas, sendo que a principal uva da vinícola é a tannat) e a produção dos vinhos. Aprendi como funciona o plantio e como as uvas se adaptam as estações, como funciona a produção, envasamento etc.


Depois de tanta informação, sentei em frente a lareira, onde acontece uma degustação de 04 tipos de vinhos, acompanhada de algumas tapas. Provei o Don Pascual Varietal (2013), Reserve (2013), Crianza en Robile (2011) e o Família Decas Preludio Barrel Select (2007).



Após o passeio na vinícola, o motorista me deixou em frente ao Mercado del Puerto, onde é possível provar o legítimo churrasco uruguaio vendo as carnes (e miúdos) sendo assados em grelhas à sua frente. Imaginou o cheiro do local? Hummm!


Ao lado do mercado tem o Museo del Carnaval (preferi não entrar, já que era pago). Como tinha pouco tempo na cidade, optei por pegar um Bus Turístico, que sai dos fundos do Mercado e leva os turistas até vários pontos turísticos em pouco mais de 02 horas. O passeio começa pela Ciudad Vieja, passando pela Plaza Constitución, onde está a Catedral Metropolitana de Montevidéu. Continua na Plaza Independencia, uma grande praça na divisa entre o centro de Montevidéu e a Ciudad Vieja. Antigamente havia uma muralha dividindo estas duas áreas e um pedaço dela se encontra no local, a Puerta de la Ciudadela. No centro da praça está o Mausoleo General Jose Artigas, um monumento que guarda as cinzas do militar, que foi um herói nacional. Nos arredores da praça está o Palácio Salvo, um dos edifícios mais antigos do Uruguai.

As fotos ficaram bem ruins pois as tirei de dentro do ônibus. Como o dia estava frio e chuvoso, preferi não sair do conforto. rs

O passeio seguiu pelo Teatro Solis até o Palácio Legislativo, edifício sede do Senado Uruguaio e da Câmara dos Deputados (quem tiver mais tempo pode fazer um tour guiado por dentro de ambas as atrações). Houve uma parada para lanchar no Mercado Agrícola de Montevidéu, um novo ponto turístico na cidade e o melhor lugar para comprar produtos gourmet exóticos. De lá, o ônibus seguiu até o Estadio Centenário, declarado como patrimônio do futebol pela FIFA.


O passeio foi  chegando ao fim quando nas ramblas da cidade, passando por Buceu, Ilha das Gaivotas, Onda Furada, Zona Carrasco e para fechar com chave de ouro, a Punta Gorda, onde se aprecia a melhor vista de Montevidéu.



No fim do dia escolhi jantar no Panin’s Pocito, um dos restaurantes mais tradicionais da cidade. Possui uma boa carta de vinhos e um cardápio bem variado.


Gostou? Confira mais informações sobre:


Comments


bottom of page