top of page
  • Foto do escritorClarissa Motta

Londres, baby!

De vez em quando eu vou ali, passear na terra da rainha! A viagem começou bem por conta da hospedagem, no confortável e lindo Corus Hotel Hyde Park Check-in feito, saí para conhecer o Hyde Park, que fica localizado logo em frente ao hotel. Como eu estava com duas amigas, eu topei andar pelo parque, sentar na grama e observar o movimento. A estátua de bronze de Peter Pan está localizada em Kensington Gardens, próximo ao Hyde Park. A localização exata foi escolhida pelo autor de Peter Pan, J.M. Barrie. Barrie morava perto de Kensington Gardens e publicou sua primeira história de Peter Pan em 1902, usando o parque como inspiração.


De lá, parti de metrô, declarado meio de transporte oficial de locomoção, para conhecer a cidade. A primeira parada foi no National Portrait Gallery, uma galeria de arte gratuita com uma das maiores coleções de arte ocidental do mundo. Encontrei Van Gogh, Monet, Da Vinci, Michelangelo e mais por lá.


Após uma breve caminhada, cheguei no Picadilly Circus, local onde se encontram quatro grandes avenidas da cidade, famoso por seus grandes outdoors luminosos com propagandas. O bairro ainda conta com muitos bares, restaurantes e lojas com preços acessíveis.


Passei pela rua Haymarket, onde se localiza o The Phantom of the Opera e sua famosa apresentação do Fantasma da Ópera.


Por fim, cheguei no The Green Park e seu vizinho, o St. James’s Park, o mais antigo dos parques reais de Londres. O mais bacana do local é encontrar os esquilos caminhando tranquilamente entre os pedestres - eles interagem numa boa com você, ainda mais se tiver comida!

Através de ambos os parques se chega ao famoso Bunckingham Palace, mundialmente conhecido por ser a residência oficial da rainha. A Troca da Guarda do Palácio ocorre às 11:15h, recomendo chegar um pouco mais cedo pois fica bem lotado! A troca leva em torno de 30 minutos e o momento mais legal é ver a banda real tocando Katy Perry!


O próximo destino foi o British Museum e o mergulho no conhecimento para explorar um pouco sobre a história da civilização humana, através da arte grega e egípcia, a famosa Pedra Roseta e mais. A arquitetura interna e externa também impressiona, a dica é reservar um bom tempo para poder observar cada detalhe e sugar cada informação.


No segundo dia fui conhecer a London Eye e o Big Ben, com sua imponente arquitetura gótica cheia de detalhes que são impossíveis de descrever em um texto. Infelizmente só visitei ambas as atrações de fora e perdi a oportunidade de ter uma vista panorâmica da cidade. Ah, o nome oficial do Big Ben é Elizabeth Tower, anteriormente chamada de Clock Tower.

Peguei o metro e fui conhecer a London Brigde, uma ponte vitoriana de mais de 120 anos. A região que cerca a ponte é linda e muito charmosa. No caminho para a London Tower, que fica logo ao lado da ponte, acabei encontrando o Borough Market, um mercado gastronômico rodeado de barraquinhas de comida. A torre era um local usado como Palácio residencial até o século XVII, hoje além de museu é o local que fica localizado as joias da rainha.

No terceiro dia fiz uma visita a St. Paul’s Cathedral, igreja-mãe da Diocese de Londres, localizada junto à estação de metrô St. Paul’s. A visita em seu interior permite a observação de diversos objetos, pinturas, estátuas e vitrais. De lá, fui explorar o bairro de Nothing Hill, passeando sem destino por toda a famosa Portobello Market. A região é bem charmosa e cheia de feirinhas. Um dos pontos de destaque foi encontrar uma igreja repleta de cantores de coral no melhor estilo do filme ‘Mudança de Hábito’. 



Se você tiver um tempo recomendo assistir a algum show no Royal Albert Hall. Eu tive o prazer de assistir o show de despedida do Gilberto Gil lá - que acústica!

Londres é uma cidade de fácil locomoção e eu preferi fazer todos os passeios com a ajuda do metrô. Indico que o turista fique por pelo menos cinco dias na cidade, já que a mesma oferece muitas opções de lazer - incluindo a Camden Town.





Melhores lugares que visitei no Reino Unido:

Comentarios


bottom of page