top of page
  • Foto do escritorClarissa Motta

Intrigante Ronda

É chegar e se encantar! Nossa primeira base do Roteiro Andaluzia foi na cidade de Madri, de lá passamos por Córdoba e Granada. Após dirigirmos de Granada para Ronda, contemplando lindas paisagens, chegamos no Hotel Bodega El Juncal, situado a 1 km do centro da cidade de Ronda. O lugar dispõe de uma ampla piscina com vistas fantásticas para Serranía de Ronda. Os quartos são bem luxuosos, apenas o café da manhã deixou a desejar.


Após uma voltinha nas redondezas do hotel, fomos para o centro da cidade.

Existem vários estacionamentos disponíveis, encontramos um que ficava perto da Plaza de Toros. Você pode conferir a lista de estacionamentos aqui.

Com capacidade para cerca de 5 mil pessoas, a Plaza de Toros é uma arena de tourada do século XVIII, com 66 metros de diâmetros. Apesar da gente não ter entrado, é possível visitar o seu interior e conhecer as dependências da praça, incluindo o museu Taurino.

Logo ao lado da praça está o Mirador de Aldehuela e sua vista maravilhosa que acabou ganhando um toque romântico com a presença da uma artista tocando arpa.

Fomos caminhando até uma das principais praças de Ronda, a Praça de Espanha – o local está rodeado de opções de bares e restaurantes. Foi bem ao lado dela que encontrei o restaurante Don Javier e um garçom que nos prometeu (e entregou) uma paella feita na hora. Que sabor!

Após o almoço, fomos até a Ponte Nova para apreciar um dos monumentos mais emblemáticos de toda a Andaluzia: o desfiladeiro El Tajo. Trata-se de uma ponte construída no século XVIII, com uma altura de quase cem 100 metros.

O rio Guadalevín, que passa no meio deste precipício, divide a cidade em duas partes (antiga e nova).

Atravessando a Puente Nuevo, se chega ao Casco Antiguo onde estão os principais prédios históricos de Ronda.

Como eu sempre indico: o ideal é sair andando com calma, observando cada cantinho, entrando nas lojinhas de artesanato, olhando para cima, lados, pela janela, pelas ruelas…!

Foi exatamente isso que a gente fez e a caminhada nos levou até a Plaza Duquesa de Parcent com suas famosas laranjeiras.

É nessa praça que se encontra a Iglesia Santa María La Mayor e o Santuário de Maria Auxiliadora.

Entrei no santuário e acabei me surpreendendo com a bela vista para as casinhas brancas ou pueblos brancos. Basta andar até o estacionamento do local para ter esse visual.

Finalizamos o dia aproveitando todo o conforto (e a linda vista) do hotel para comer umas tapas e tomar vinho.





Eu também conheci:




留言


bottom of page