top of page
  • Foto do escritorClarissa Motta

De carro por Alagoas

Caribe brasileiro, ou melhor, as praias de Alagoas. Fiz a viagem de carro e parti de Salvador, pela Linha Verde, até Estância/SE, de lá peguei um viaduto em sentido a Propriá/SE seguindo pela BR-101 Norte até um posto enorme da Polícia Rodoviária Federal. Em frente ao Posto há uma entrada, à direita, para Neópolis. Segui por mais alguns quilômetros e cheguei em Neópolis, onde se faz a travessia, pelo Rio São Francisco, de balsa para Penedo/AL. A travessia dura cerca de 10 minutos. Em Penedo, segui até Piaçabuçu e a partir de lá peguei a AL-101, sentido Coruripe. A pista está ótima, bem sinalizada e ainda garante vistas belíssimas do litoral e do mar no tom azul-esverdeado de Alagoas.



Como decidi passar um ano novo mais calmo, escolhi me hospedar na Praia do Francês, em uma pousada bem familiar chamada Jesmar. O primeiro dia estava nublado e aproveitei para conhecer a culinária local com um almoço no Restaurante Parada de Taipas e seu famoso chiclete de camarão.


No segunda dia de passeio, fui até Maceió (média de 20km) para conhecer a orla de Pajuçara e fazer o passeio rústico nas jangadas. O passeio e o aluguel do snorkel dura em média 02 horas e o local é de um visual deslumbrante.

Como o passeio é bem famoso, sugiro chegar por volta das 09h para poder aproveitar a água cristalina e os peixinhos sem uma multidão de pessoas ao redor.

Ainda em Pajuçara, caminhei até a feirinha de artesanato e depois fui de carro passeando por toda a orla da cidade (de Pajuçara até a Jatiúca). A noite o jantar foi na Praia do Francês, no restaurante Dona Madalena, indico pedir o filé à parmegiana, especialidade da casa.

No terceiro dia fui conhecer a Praia do Gunga e comecei o passeio pelo Mirante do Gunga e sua vista de tirar o fôlego.


Depois do Mirante, se desce uma ladeira, até o estacionamento e logo aparecem pessoas oferecendo passeios. Optei pelo passeio até as falésias dirigindo um quadriciclo. O visual até chegar nas falácias do Gunga é maravilhoso e repleto de rochas íngremes de areia colorida que chegam até 16 tipos de cores diferentes. Das falácias, o passeio para em um rio que é possível tomar banho e passar argila pelo corpo. O único defeito do passeio é que o mesmo dura pouco tempo. No caminho de volta para a Praia do Francês, passei em frente a Barra de São Miguel e aproveitei para conhecer a praia e tomar o último banho de mar.



Dei um pulinho em:


コメント


bottom of page