top of page
  • Foto do escritorClarissa Motta

Simpática Cardiff

De Dublin a Cardiff, pela Aer Lingus. Fiquei hospedada no The Sandringham Hotel, localizado na rua St Mary Street e bem próximo ao maior ponto turístico da cidade. O ideal é se hospedar no centro para estar a alguns passos de todas as lojas, restaurantes e atrações. Check-in feito, parti para conhecer o Cardiff Castleonde é possível ver, em um mesmo lugar, 02 castelos totalmente diferentes. O primeiro, decorado de forma exagerada, chamado Bute Castle e o outro, uma construção romana de 2 mil anos atrás, chamado Torre Normanda. A visita não para por aí, ainda fui surpreendida por algumas barraquinhas de comida que eram feitas por pessoas vestidas com roupas medievais, simulações de lutas, além da apresentação de falcoaria, pássaros e corujas fazendo truques e obedecendo ordens dos treinadores. É possível fazer um mergulho de volta ao tempo. O passeio ainda conta com uma visita a parte interna do Bute Castle, onde se conhece algumas salas com objetos de decoração e mobília original que pertenceu à família Bute. A biblioteca do Marquês de Bute é impressionante!


O Castelo de Cardiff fica bem perto dos belos prédios neoclássicos, como a Prefeitura e o Museu Nacional de Cardiff que ficam entre a fortaleza e a Universidade de Wales. Dá para seguir a pé e aproveitar a diversidade de informações do museu, entre elas, coleções de ciências naturais e arte, além de alguns fósseis encontrados pelo País de Gales.


O passeio continuou até chegar na Queen Street, uma rua só para pedestres e cheia de lojas (perdi algumas horas por ali). A caminhada continuou em meio a prédios modernos e flores por todos os lados. É impressionante a quantidade de shoppings, centros comercias e mercados cobertos espalhados pela cidade. O ponto final do dia foi a chegada na Cardiff Library. Ao lado da biblioteca, encontrei um Pub chamado The Duke of Wellington e tomei alguns chopes observando a vista dessa cidade linda.


No dia seguinte continuei o passeio a pé, caminhando pela Bute St. até a Cardiff Bay, a zona portuária que foi totalmente reformada e hoje em dia é repleta de bares e restaurantes à beira-mar. Lá está o Wales Millennium Center, um centro de cultura de estrutura super moderna que abriga a Ópera Nacional Galesa e o Techniquest, um museu de ciências interativo. 


Como o clima estava ensolarado, fui caminhando pelo calçadão até a Norwegian Church construída em madeira por marinheiros noruegueses. A vista para o Pierhead Building é outro ponto de destaque em Cardiff Bay. O relógio de sua torre é informalmente conhecido como o “Big Ben do País de Gales”.


De volta ao centro de Cardiff, fui em busca de informações para chegar ao Castelo de Caerphilly, um dos maiores sobreviventes da época medieval ocidental. Peguei o ônibus número 26 que me deixou na porta do castelo. Essa visita foi outra viagem no túnel do tempo, já que o castelo foi construído no começo de 1268 por Earl Gilbert de Clare. 

Os lagos artificiais que circulam o local foram feitos para atrasar os inimigos e uma das torres do castelo é inclinada devido aos ataques sofridos durante a Guerra Civil Inglesa. Um conjunto de paisagem bucólica e encantadora. Amei!



Melhores lugares que visitei no Reino Unido:

Comments


bottom of page